Violência

Feminicídio tira vidas no Cariri

Feminicídio tira vidas no Cariri

Destaque, Violência
Em uma semana, onde mulheres da América do Sul foram as ruas pedir o fim do Feminicídio, Juazeiro do Norte tem mais um crime brutal aumentando os tristes números de morte de mulheres vítimas da violência na nossa região. Na madrugada deste domingo, dia 23, Cilene Damião da Silva de 35 anos, deixou uma amiga em casa e ao chegar em sua residencia foi morta a golpes de faca. O suspeito é seu ex-companheiro que encontra-se foragido Verônica Carvalho, presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher Cratense, afirma que as mortes de mulheres na região do Cariri tornou-se uma questão cultural criada pela sociedade machista. "Por isso, existem movimentos, instituições e conselhos para fazer um trabalho contra esta construção machista que tem como alicerce o patriarcado", afirma Verônica